voltar

Onde fazer o teste de proficiência em inglês

O Proficiency Test pode ser realizado nas instituições credenciadas listadas a seguir. Neste caso, as solicitações devem ser feitas diretamente à instituição pretendida e são pagos. O valor médio é de R$500,00.

INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS PELA ANAC

PARA TESTE DE PROFICIÊNCIA LINGUÍSTICA

INSTITUIÇÃO
LOCAL
CONTATO
ABELHA TAXI AÉREO
Cuiabá / MT
SKYLINE
Jundiaí/SP

(11) 4815-1984(11) 4815-2325

EPA – TRAINING CENTER
Curitiba/PR

(41) 3356-3636 ctreinamento@epa-pr.com.br

ACADEMIA DA TAM
São Paulo/SP
(11) 5033-2118
IBEU
Rio de Janeiro/RJ

(21) 3816-9482 corporate@ibeu.org.br

CULTURA INGLESA
São Paulo/SP
GESTAIR FLYING ACADEMY
Portugal

+351 21 445 7500 cia.geral@gestair.pt

 

Caso o Piloto deseje, a prova poderá ser realizada gratuitamente na ANAC.

As solicitações para realização do Proficiency Test, no âmbito da ANAC, deverão ser encaminhadas pelo email proficiencia.agendamento@anac.gov.br informando, obrigatoriamente:
Nome completo do aeronauta;
Código ANAC;
Telefones para contato (com DDD); e
Local onde deseja realizar o teste (Rio de Janeiro ou Brasília)
Em todas as localidades há uma lista de espera que vem sendo atendida gradualmente pela ANAC.

-Tabela ICAO

Clique no link ao lado para vizualizar a tabela ICAO: Tabela ICAO
( Arquivo em formato .pdf )

-Validade

O piloto poderá ser avaliado por mais de um(a) examinador(a). A interação entre o mesmo e o examinador é gravada para posterior avaliação da produção oral.

As habilidades passíveis de avaliação são: pronúncia, estrutura gramatical, vocabulário, fluência, compreensão e interação. A avaliação é feita com base nos descritores holísticos e na escala de níveis de proficiência linguística determinada pela OACI.

O candidato pode apresentar 6 níveis de proficiência linguística em cada habilidade: expert (6), avançado (5)operacional (4)pré-operacional (3),elementar (2) e pré-elementar (1), sendo que a menor nota que atingir em qualquer das habilidades supramencionadas corresponderá à nota final.
Para que o piloto seja autorizado a viajar internacionalmente, deverá atingir ao menos o nível operacional (4) como nota final.

Os pilotos que atingirem o nível operacional (4) deverão se submeter a um novo teste após um período de três anos. Aqueles que atingirem o nível avançado (5), deverão se submeter a um novo teste após um período de seis anos. Aqueles que atingirem o nível expert (6) não mais precisarão se submeter ao teste.

Um detentor de licença com averbação de proficiência linguística deverá programar sua revalidação de acordo com os períodos de validade acima e com antecedência suficiente para continuar apto a realizar voos internacionais. Para revalidação, o piloto deverá recorrer a uma entidade credenciada que oferece o serviço, ou à ANAC, e deverá seguir os mesmos procedimentos para inscrição e agendamento.

O objetivo da revalidação é verificar se o piloto manteve o nível de proficiência linguística exigido para voos internacionais, decorrido o prazo estabelecido acima. Logo, o nível de proficiência linguística poderá ser alterado para um nível superior, inferior ou manter-se inalterado.

O resultado de qualquer revalidação prevalecerá sobre quaisquer resultados obtidos anteriormente pelo piloto, ainda que válidos estejam em suas licenças.

Os resultados obtidos no Proficiency Test serão informados ao piloto, exclusivamente pela ANAC, por e-mail, no prazo de até 30 (trinta) dias úteis após a realização do respectivo teste.

Em qualquer situação, aprovação ou reprovação, os candidatos só poderão realizar um novoProficiency Test desde que:
a) o resultado obtido no teste anterior já tenha sido informado ao piloto pela ANAC; e
b) após 30 dias corridos da realização do teste anterior.

 



Material de apoio
Inglês